sábado, 6 de maio de 2017

Centro Recreativo e Popular Águias de São Miguel da Sé

Fundação: 1950
Localidade: Castelo Branco
Modalidades: Futebol de 11
Casa: Estádio Municipal Vale do Romeiro

O Águias de São Miguel da Sé é um dos clubes históricos da cidade de Castelo Branco, entretanto já desaparecido. Os seus fundadores começaram por se reunir no final dos anos 40 numa sala duma tasca situada na Rua da Sé, perto da Igreja de S. Miguel, mais conhecida como Sé Catedral de Castelo Branco, que viria a dar o nome à associação. Já nos anos 50 a colectividade ganhou mais autonomia e instalou-se na sua primeira sede na rua Ruivo Godinho (perto do Conservatório), e nos anos 60 mudou-se para a sua sede definitiva, na rua 5 de Outubro, (paralela à Avenida Humberto Delgado), local onde começou a desenvolver a sua actividade, e onde se tornaria numa das equipas de futebol mais conhecidas da cidade.

O Águias de S. Miguel da Sé nunca esteve federado na Associação de Futebol de Castelo Branco, mas teve a sua equipa inscrita no antigo campeonato do Centro Popular de Trabalhadores (Inatel) onde competiu durante alguns anos, tendo em 1974 ganho a Taça do Trabalhador, prova organizado pelo Inatel cuja final se realizou na Covilhã. Apesar de ser uma equipa amadora, por ela passaram muitos jogadores que viriam mais tarde a jogar no Benfica de Castelo Branco, sendo o seu auge futebolístico as décadas de 60 e 80, tendo a associação depois ganho mais notoriedade na modalidade de atletismo.

Nos anos seguintes o Águias de S. Miguel da Sé, já longe do fulgor doutros tempos, esteve mais parado, nos finais dos anos 90 o Águias da Sé participou no futsal amador com presença em torneios locais, e apenas no inicio do milénio voltou ao futebol, com duas participações consecutivas no torneio inter-aldeias, nomeadamente 2003 e 2004 onde a equipa não passou da fase grupos. No ano seguinte de 2005 dá-se a extinção repentina da colectividade que fica agora na memória como um histórico do associativismo albicastrense.

Sem comentários:

Enviar um comentário