quarta-feira, 15 de março de 2017

União Desportiva de Aldeia de Santa Margarida

Fundação: 1980
Localidade: Aldeia de Santa Margarida, Idanha-a-Nova
Modalidades: Futebol
Casa: Campo de Jogos António Vaz Sarafana

Foi ainda a meio do séc. XX, que a juventude desta aldeia raiana começou a demonstrar interesse no futebol, começaram por usar o terreno nas traseiras da escola primária, até que já no final dos anos 50 o Dr. Francisco Rolão Preto, conhecido proprietário, ofereceu o terreno onde se encontra o actual campo de futebol de terra batida, a partir do qual se começaram logo a fazer jogos com as terras vizinhas.

O futebol de forma amadora ia sendo jogado com mais ou menos regularidade, até anos mais tarde, no dia 30 de Maio de 1980 ser então constituída a "Associação Cultural e Desportiva de Aldeia de Santa Margarida", que tinha como principais objectivos a promoção cultural, desportiva e recreativa dos seus associados, e da população local. A associação começou com as modalidades de atletismo, cicloturismo, ténis, tiro ao prato, e claro o futebol de 11.

Foi depois inaugurado em 1983, o Campo de Jogos António Vaz Sarafana com a renovação do antigo campo, que passaria agora a servir também de recinto de festas, tal equipamento contou dois anos mais tarde, com a construção de um ringue polidesportivo que possibilitou a prática do futebol de 5 na aldeia. De entre os muitos torneios que a associação organizou, destaca-se o torneio inter-aldeias de 1988, prova que decorreu em Aldeia de St.ª Margarida, e no qual participaram maioritariamente equipas da zona de Idanha-a-Nova e Penamacor. Ao nível de participações no inter-aldeias, a equipa  de Aldeia de St.ª Margarida marcou ainda presença no ano de 1996, competição que venceu juntando-a a outros troféus que a equipa de futebol daquela geração conquistou.

Em 1997 os dirigentes da Associação Cultural e Desportiva de Aldeia de Santa Margarida resolveram, por questões organizacionais, criar uma nova entidade, denominada "União Desportiva de Aldeia de Santa Margarida". Esta colectividade, embora tenha mantido os mesmos objectivos da anterior, e cumprido todas as formalidades para funcionar legalmente, não registou até ao momento, qualquer actividade. Estando o futebol e o desporto da aldeia ditados ao abandono, causado pela desertificação generalizada que atacou o interior do pais, o campo de futebol recebe apenas um jogo por ano, o tradicional Solteiros x Casados, onde alguns dos casados que pisam o terreno, pisaram-no em tempos de juventude jogando pela equipa da associação.

Sem comentários:

Enviar um comentário